27.10.09

Para Fazer Parte da Famiglia Tem Que Roer o Osso ... Part II



O Status que a Famiglia conseguiu com o passar do tempo é algo digno de respeito , contudo ainda há muito a se fazer no âmbito das artes como elemento transformador na vida das pessoas.

Curadorias , participação em publicações nacionais e internacionais , gerar conhecimento e estabelecer um outro patamar de qualidade em seus serviços prestados aos fans , colecionadores , marcas e a sociedade de uma forma geral. Assumimos a qualidade de agentes multiplicadores de conhecimento e fazemos com sorriso no rosto.

De Setembro de 2008 a Setembro de 2009 o mundo sofreu com a crise financeira mundial , mas as crises tem um quê de positivo pois são capazes de jogar para longe tudo aquilo que não presta , ou quase tudo. E com a arte não foi diferente.

2010 começou para a Famiglia na semana passada , porque entendemos que o mundo precisa ser interpretado não de forma exata .... mas de uma maneira que possa trazer novos questionamentos , que possa continuar quebrando paradigmas importantes , que continue construindo parcerias que prezem pela pluralidade , enfim ... que não seja mais do mesmo.

Entendo que o mundo contemporâneo não contempla diplomacia disfarçada de tapinhas nas costas , mas contempla talento , atitude , ousadia , pesquisa , trabalho autoral e transparência aliado a resultados. Nos negócios ou na vida não separamos essas pontualidades. E é com base nesses fundamentos que entra para a Famiglia Sergio Lopes em uma função importantíssima que é a de Estratégia de Negócios.


Desejo a este grande amigo muito fôlego e disciplina , porque fazer parte deste grupo não é pra qualquer um


Força & Honra


William Baglione

2 comentários:

M O T T I L A A disse...

SERJÃO BAGLIÃO É NÓI!

NCoutinho disse...

Beíssimo, encorajador e inspirador esse texto... Pau na crise, criatividade, trabalho duro e sucesso!